Show do Kiko, o embaixador da Copa, em Porto Alegre

Carlos Villagrán Eslava, mais conhecido por seus fãs como Kiko (ou Quico, como aparece nos episódios eternizados de Chaves) passou  por Porto Alegre com sua turnê e, também, para ser condecorado embaixador da Copa na cidade. Com a sessão extra bem cheia, e a primeira sessão agendada lotada, Kiko emocionou muitos fãs – inclusive seus filhos.

Para quem esperava um grande show, onde se pudesse ver as interpretações de Carlos Villagrán além do menino mimado da turma do Chaves, saiu meio frustrado. O show lembrava muita uma aparição do artista no Circo do Kiko, sem efeitos especiais, sem trocas de roupa… Inclusive a duração lembrou muito um espetáculo circense: uma hora. Especulou-se, na sessão da tarde, que isso tenha sido uma versão pocket, já que o show agendado se daria poucas horas depois, mas não. O tempo de duração era esse, mesmo, e recriava situações semelhantes ao que já vimos (incessantemente) no Chaves, mas com outros personagens. Nessa hora devo ressaltar que a melhor piada do show das 4 foi ele mandar o “anfitrião”, que era a mistura de Luciano Huck com Oscar Filho, calar a boca – que era o que toda a platéia queria fazer, certamente.

_MG_8662

Dentre tantos personagens, alguém aí não sonhava em ver ao vivo o Chinesinho?

Uma das grandes surpresas felizes do show foi  a banda de abertura, Chespiritos, a versão rock das músicas do Chaves com muita classe. Aliás, os mocinhos se caracterizaram para a apresentação, o que ficou bom, mas o melhor eram as vozes que faziam. A propósito, quem nunca quis ouvir o Seu Madruga cantando com voz (semelhante!) a da Dona Florinda? Ininteligível para as crianças, mas elas eram mesmo minoria no Opinião nesse dia.

Outra surpresa ótima, foi a presença de Nelson Machado, o dublador do Kiko. Não só deu uma palhinha cantando a música do personagem com os Chespiritos, como recriou a célebre apresentação que tanto nos lembramos, de “Mamãe Querida”, além de fazer a versão brasileira do personagem que mais tem jargões da série.

Minha grande tristeza foi nos agradecimentos finais, quando ele estava preparado para emocionar todo mundo na despedida de seu personagem e o público não deixou ele falar. Não estamos mais tão educados como éramos antigamente, não é? Mesmo assim o eterno filho de Dona Florinda pode enfatizar o que o Fortunatti já enfatizou uma semana antes: o público gaúcho é o público mais fiel de Chaves e Chapolin, e a nossa teimosia em pedir pro Silvio Santos deixar no ar por 30 anos os seriados que acompanhamos falando junto foi o que, com certeza, sustentou o ator mexicano – e seu dublador. 

E como diversos programas já tinham falado, a dificuldade do público entrar em contato com o Kiko é muito grande fora do palco. Tinha- se motivos para acreditar que ele fosse pegar mais leve em Porto Alegre, afinal, agora ele é um dos 19 Embaixadores da Copa. Mas não. E todo tipo de contato foi muito impessoal, visto que o Kiko cobrou a singela taxa de R$100,00 para bater uma foto com até 4 pessoas – e com seu fotógrafo, em uma sala que ninguém que não pagou pudesse vê-lo.

_MG_8892

Deve ser difícil produzir um artista como o Kiko. A produtora fez um belo trabalho, pois o artista sabe que é aclamado no Brasil, e principalmente no sul, e sabe disso – o que pode lhe dar espaço para exigir muito mais regalias. E muitos puderam ver que sua humildade ficava em cima do palco, pois não apareceu para o público em nenhum momento nas saídas do show (e saiu do segundo show sem dar direito a fotos e fugindo, para não se deparar com o público, enquanto suas kiketes dançavam no palco).

O show foi ótimo para quem estava ali para ver o personagem pela última vez, visto que foi sua despedida oficial do uniforme de marinheiro. Visivelmente era um show para crianças, que estavam em bem menor quantidade que o esperado por ali, e para adultos foi muito mais saudosismo do que outra coisa. Valeu para os fãs que queriam ver aquelas bochechas de buldogue velho ao vivo, e com certeza ainda mais para os que subiram ao palco para pagar alguns micos com o eterno Tesouro. Mas teve muita gente que saiu frustrada com a performance do ator, até por ele se posicionar muito ao fundo em diversos momentos, criando pontos cegos para a platéia que não estava de frente. Confira as fotos.

[flagallery gid=7 name=Gallery]

[flagallery gid=8 name=Gallery]

[flagallery gid=6 name=Gallery]

E se já estava polêmica a escolha do Kiko como embaixador, a postura antissocial do Rei fez amanhecer um não tão amigável banner nas redes sociais. Aliás, se já estavam reclamando de um ator mexicano ser embaixador gaúcho (parece que o Fortunatti esqueceu o quão bairrista nós somos, mesmo amando o Chaves), imagina quantas perguntas surgem? Será que o Carlos, sem a roupa de marinheirinho, divulgará Porto Alegre com o ênfase que ele teria se usasse seu chapeuzinho? Será que o Kiko é jovem ainda?

KIKO-quico-fortunatti

Comentários

comments

Related Posts