A polêmica camisa da Adidas com apelo ao turismo sexual, e a imagem do Brasil lá fora

A marca alemã Adidas veiculou camisetas de cunho muito sexual para divulgar lá fora a Copa do Mundo do Brasil.

camisetas-selecao-adidas-brasil-copa-sexual-sexo (1)

Obviamente que o Ministério dos Esportes ficou ofendidíssimo, e criou uma camiseta feliz, nas bandeiras do país, para divulgar a Copa por aqui – e vender aos litros para turistas. As imagens foram feitas em cima dos modelos das divulgadas pela Adidas, então chega a ser um item de colecionador: vir para o Brasil com as duas para guardar na memória, e deixando de lado a camisa da Seleção Canarinho.

camisetas-selecao-adidas-brasil-copa-sexual-sexo (4)

Certamente não podemos deixar de lado a “realidade sexual” do Brasil, e não falo da alcunha adotada por novelas de tráfico de mulheres, mas sim das condições que existem hoje no país.

camisetas-selecao-adidas-brasil-copa-sexual-sexo (2)Temos a infância acabando cedo demais, e a sexualidade é imposta dia após dia, para crianças desde o primeiro ano de idade através da mídia; temos pais incapazes de educar seus filhos, passando a responsabilidade para as escolas, que estão no estado que estamos vendo de perto nesse início de ano letivo; temos consequentemente uma educação falha (sem contar machista), que fala da necessidade de gerar lucro, mas não dá bases para isso se concretizar – e com tanta bunda na TV, quem quer ver a professora velha e feia, mal cuidada, dando aula?

Não obstante, temos a fama de ter as mulheres mais bonitas do mundo. Seria a toa que no filme do James Bond que se passa no Rio, na década de 70, tem uma mulata sambando seminua volta e meia, como materializada do nada? Aos olhos do mundo, paramos de comer cérebro de macaco e ligamos a luz vermelha da casa, e isso não é de hoje.

camisetas-selecao-adidas-brasil-copa-sexual-sexo (3)A gente fala do grande trabalho da Petrobrás, de sermos a quarta maior reserva de dólares do mundo, do sucesso da Vale, mas quando vamos ouvir que o maior produto de exportação para a Europa são prostitutas e Drag Queens? E não via tráfico humano, como muitos querem nos fazer acreditar… Aliás, porque em muitas zonas do país está saturado o campo de ambas profissões. Podemos dizer que é um comércio (afinal, nada contra prostitutas ou Drag Queens), mas não mostra a falta de infra estrutura do país, tanto de qualificar sua população quanto de ser capaz de criar oportunidades na pátria amada?

A camiseta da Adidas, com certeza, tem um cunho mercadológico forte. Aliás, há muito se vê camisetas de duplo sentido ou de “piadinhas sexuais” pelas ruas daqui ou de Berlin, trata-se de um nicho a mais. Só que o Brasil quer pagar de país pomposo, e deu bola pra isso. OK, foi bem feito, as camisetas foram retiradas de circulação, mas com o Brasil sendo um dos destinos de comércio sexual mais procurado no mundo, será que podemos fazer tanto alarde? Vale mencionar aqui como brasileiros são vistos lá fora, e até no Uruguai a abordagem é diferente por sermos brasileiros (e olha que é aqui do lado!).

Vale a pena considerar que em muitos mapas nos EUA e Europa, a Amazônia não consta como do Brasil, e ninguém mexeu uma pluma por isso.

Dalcio-Machado-Adidas-camiseta-selecao-sexual

Imagem gentilmente cedida por Dalcio Machado

Comentários

comments

Related Posts