Destaque

As lágrimas do viajero

As lágrimas do viajero

Em Cusco, quem cuidava do café da manhã e da limpeza do hostel – um antigo casarão com arquitetura espanhola – era um alemão. Aos seus 49 anos, tinha obsessão pela história das civilizações pré-incas e um pouco de ufologia. ...

Read more