Canela, gengibre e amêndoas no Diabetes

Por Nutri Marina Medeiros

A nutrição tem papel fundamental na prevenção e tratamento do Diabetes, e pode ajudar a evitar uma doença crônica com muitas complicações, principalmente para quem não dá atenção necessária à alimentação. Em contrapartida, quem se dedica mais a olhar para a saúde com responsabilidade consegue ter um bom controle da doença. Muitos alimentos têm funções importantes no controle da glicose e da resistência à insulina, como é o caso da canela, das amêndoas, e do gengibre – aliados saborosos e fáceis de serem consumidos.

A canela em pó é uma especiaria que pode ser combinada com frutas, usada em receitas e até fazer parte do tempero de carnes. Recentemente, muitos estudos têm observado a relação entre seus efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios, antidiabéticos, antimicrobianos e anticancerígenos, tendo efeitos positivos também em Parkinson, sistema cardiovascular e cérebro.


As oleaginosas são ricas em gorduras de boa qualidade, além de proteínas, vitaminas, minerais e compostos bioativos. Delas, especialmente as amêndoas tem demonstrado seus benefícios, que incluem redução do risco de doenças cardiovasculares e diminuição da glicemia pós-prandial, sendo seu consumo associado com a melhora de estresse oxidativo e inflamação. Fonte de magnésio as amêndoas podem ser uteis para melhorar hipertensão arterial ou como fonte de arginina na prevenção de doenças cardiovasculares. As amêndoas são muito versáteis, pois são uma opção de lanche ou podem ser adicionadas a preparações, tanto salgadas como adocicadas, misturadas em saladas, bolos, biscoitos, e arroz.


O último alimento que citamos é uma raiz muito conhecida na gastronomia. Além de conferir um sabor especial as mais diversas preparações, o gengibre tem sido estudado por seu teor de fitoquímicos que atuam como protetores contra o estresse oxidativo e fatores inflamatórios, mostrando que ele pode ajudar a facilitar a entrada de glicose nas células musculares, reduzindo assim a glicemia (açúcar no sangue), a hemoglobina glicada e a insulina. Pode ser usada a raiz fresca ou o gengibre em pó incorporado em sucos, sopa, molhos, frutas e saladas.
Escolha bem seus alimentos, de preferência com o auxilio de um nutricionista que avalie sua individualidade bioquímica, e de sabor à suas preparações culinárias a fim de trazer também inúmeros benefícios para a sua saúde e bem-estar.

Comentários

comments

Related Posts