Teatro Sarcáustico reestreia “Breves Entrevistas com Homens Hediondos” e “Nós por Nós” no Porto Verão Alegre 2018

Na edição do Porto Verão Alegre de 2018, o Teatro Sarcáustico estará apresentando os espetáculos Breves Entrevistas com Homens Hediondos e Nós Por Nós, ambos em curtissimas temporadas ocorridas entre os dias 26 a 29 de janeiro.
A montagem de Breves Entrevistas…, vencedora do Prêmio Braskem Em Cena de Melhor Espetáculo em 2011, é uma adaptação dos contos homônimos do norte-americano David Foster Wallace, vencedor do Prêmio MacArthut Fellowship. Com direção de Daniel Colin, Guadalupe Casal e Ricardo Zigomático, “Breves” dá voz a diversos homens, que respondem às perguntas de uma mulher ausente. Todos revelam seus segredos: são entrevistas hediondamente pessoais. “Mas por trás dos argumentos imorais, chantagens emocionais, fantasias sexuais e crises de relacionamento, há sempre um ponto fraco, um desejo de amor ou redenção”.
A ideia de “espetáculo/freak-show” vem da proposta escolhida pelo grupo de selecionar os contos de “Breves”: “selecionamos 10 entrevistas e não conseguíamos decidir quais se transformariam no produto final”, revela o diretor. “Chegamos à conclusão de que a peça devia ser construída a partir da participação da plateia, todas as noites”. A estrutura dramática do espetáculo se constitui de 5 entrevistas fixas e mais 4 escolhidas pelo público a cada noite, provocando uma rotatividade no espetáculo, que deverá ser diferente a cada sessão.
Além do desafio de transpor os contos de Foster Wallace para o palco, com o auxílio dos dois dramaturgistas do grupo, Daniel Colin e Felipe Vieira de Galisteo, o projeto pretende pesquisar novas formas de direção teatral. A pesquisa de direção cênica foi executada por cada um dos atores do espetáculo, onde cada um dirigia a cena de outro ator, segundo orientações do diretor geral: a partir de estímulos que dialoguem com a concepção do espetáculo, cada diretor/ator propôs uma estética particular para sua “entrevista/cena”.
Breves Entrevistas com Homens Hediondos tem apresentações no Teatro de Arena, de 26 a 28 de janeiro, sempre às 21h, com ingressos a R$ 30,00 inteira e R$20,00 meia entrada.

Créditos: Cláudio Etges

Já o espetáculo Nós por Nós é o mais novo projeto do Teatro Sarcáustico e estreou em novembro de 2017 no Theatro São Pedro. A montagem foi construída a partit do mote “O que te afeta e te faz resistir”? e se configura como uma obra autoral que se debruça sobre a compreensão dos afetos como possíveis formas de reação, revolução e resistência. “Em tempos em que presenciamos tantos cerceamentos de direitos sobre os corpos, amores, espaços e conhecimentos, fomos buscar o tema do novo espetáculo do grupo através de afetos como resistência política”, declaram os diretores do projeto, Daniel Colin e Ricardo Zigomático.
A dramaturgia cênica original de Nós Por Nós é elaborada a partir de processos autobiográficos dos performers e de como estes processos se afetam entre si, mas também a partir de referenciais diversos, como músicas, textos, matérias jornalísticas, filmes e obras de arte que tratam deste mesmo universo: atos políticos não-violentos.
“Interagir com nossos corpos e confrontar afetamentos significa neste espetáculo performar um terrorismo afetivo que possa nos desacomodar de nosso cotidiano que insiste em nos coagir politicamente. Somos cinco performers em cena que juntos se tornam muitos. ‘Eu e você juntos somos nós, nós que ninguém desata”, contam.
No elenco, Daniel Colin, Guadalupe Casal, Ricardo Zigomático e Ursula Collischonn interpretam cenas que foram criadas a partir de referências encontradas em notícias como o caso da senhora de 70 aos que cobre mensagens nazistas em Berlim, mobilizações de pessoas após desastres, beijaço em protesto a agressão a gays, músicas machistas, entre outras. “Fomos nos alimentando dessas histórias que trazem o afeto como arma de resistência e assim construímos um espetáculo que conta muitas histórias, mas sem falas”, revelam.
A performance sonora, assinada por Kevin Brezolin, é executada ao vivo, enquanto capta os sons dos atores durante as cenas, construindo uma dramaturgia sonora. Antonio Rabadan assina os figurinos, que foram desenvolvidos através de uma parceria com a Code Moda da ESPM-Sul.
Nós por Nós tem apresentação única no Centro Histórico-Cultural Santa Casa no dia 29 de janeiro, às 21h, com ingressos a R$ 30,00 inteira e R$20,00 meia entrada.

Fichas técnicas
Breves Entrevistas com Homens Hediondos
Dramaturgia: Daniel Colin e Felipe Vieira de Galisteo
Direção: Daniel Colin, Guadalupe Casal e Ricardo Zigomático
Ator especialmente convidado: Douglas Dias
Cenário: Eder Ramos e Ricardo Zigomático
Figurinos: Daniel Lion
Iluminação: Carol Zimmer
Operação de luz: Casemiro Azevedo
Trilha Sonora Pesquisa: Rafael Lopo, Daniel Colin e Ricardo Zigomático
Direção, edição e operação dos vídeos: Thais Fernandes
Design Gráfico: Pedro Gutierres
Cabelos e maquiagem: Márcia Pazzini
Realização e Produção Geral: TEATRO SARCAUSTICO

Nós Por Nós
Direção: Daniel Colin e Ricardo Zigomático
Assistência de Direção: Vitória Titton
Performers: Daniel Colin, Guadalupe Casal, Ricardo Zigomático e Ursula Collischonn
Performance Sonora: Kevin Brezolin
Assistência Coreográfica: Natasha Villar
Design de Luz: Casemiro Azevedo
Produção: Daniela Lopes – Cardápio Cultural
Fotografia de Cena: Qex Bittencourt
Programação Visual: Ricardo Zigomático
Realização: Teatro Sarcáustico

Em uma parceria com a Code Moda da ESPM-Sul foram desenvolvidos os figurinos e uma produção fotográfica:
Coordenadora do Design: Carolina Bustos
Orientação Code Moda: Fernando Bakos
Figurinista: Antonio Rabadan
Assistência: Vitória Tomé, Frederico Becker, Luiza Tramontina, Maria Eduarda Castro, Giovana Sbardelotto, Isabella Paixão e Guilherme Brenner.
Laboratorista: Mayara Reis
Monitora: Helena Dias

Saiba Mais
Sobre o Teatro Sarcáustico
O Teatro Sarcáustico foi fundado em 2004 por formandos do curso de Artes Cênicas da UFRGS. Nestes 14 anos de trabalho continuado, o grupo criou espetáculos ousados e impactantes como os sucessos Wonderland e o que M. Jackson encontrou por lá (Prêmios Açorianos e Braskem em Cena de Melhor Espetáculo e Direção, dentre outros) e Breves Entrevistas com Homens Hediondos (Prêmio Braskem em Cena de Melhor Espetáculo). Em 2018, o Sarcáustico completa 14 anos de pesquisa continuada em artes cênicas, cujo trabalho vem se especializando em espetáculos realizados em espaços não-convencionais, com dramaturgias originais e atmosferas performáticas. O repertório conta com seis espetáculos adultos, dois infantis, um projeto de performances urbanas e uma performance audiovisual-transmídia.

TEATRO SARCÁUSTICO NO PORTO VERÃO ALEGRE 2018

BREVES ENTREVISTAS COM HOMENS HEDIONDOS
adaptado dos contos homônimos de David Foster Wallace
De 26 a 28 de janeiro, às 21h.
Teatro de Arena – Borges de Medeiros, 835
Ingressos: R$30,00 inteira / R$20,00 meia entrada

NÓS POR NÓS
espetáculo autoral
De 29 de janeiro, às 21h.
Centro Histórico-Cultural Santa Casa – Independência, 75
Ingressos: R$30,00 inteira / R$20,00 meia entrada

Comentários

comments

Related Posts