Programação dos teatros municipais

 

ROMANCES IMPOSSÍVEIS

Trata-se, na visão do autor, de “um engenhoso sistema de cenas curtas que se associam em uma gestalt de beleza terna, suave, comovente. Um pedido sincero por um olhar desarmado em relação ao próximo.”  Será o amor simples ou impossível? O amor é uma batalha ou um acontecimento fortuito? Para responder essas e outras perguntas, a peça faz uma especulação sobre o amor.

São doze cenas, que reúnem 12 personagens diferentes, em 12 lugares diferentes, em situações nas quais a probabilidade de ocorrer o amor, aproxima-se do impossível, que pretendem mostrar que, só pra contrariar, mesmo assim o amor pode acontecer.
Trata-se de transformar a impossibilidade de amar numa possibilidade, de acreditar que o amor está em todos os lugares.

Segundo o diretor, Roberto Salerno de Oliveira, “a peça de Nick Farewell faz o “não” virar “sim”, o impossível se tornar possível, e estimula que cada um exerça o direito de ser feliz.” Ao encadear a ordem das cenas da peça, de maneira diferente da ordem proposta pelo autor, Roberto Oliveira e Elisa Heidrich, diretores do espetáculo, pretendem criar um elo entre os diversos lugares onde acontecem as diversas situações de encontros entre os personagens.

NICK FAREWELL

Publicitário por formação e escritor por profissão, Nick Farewell tem cinco livros publicados. Nascido na Coréia do Sul, vive no Brasil desde 1985. Seu livro mais famoso se chama “Go”. “Romances Impossíveis”, que o autor classifica como uma peça conto, faz parte da coleção de peças publicadas no livro “Reversíveis”. Nick estará em Porto Alegre acompanhando algumas apresentações da peça.

Elenco: Andreia Schaeffer, Deliane Souza dos Santos, Eduardo Barroso, Pedro Rafael, Dariane Gonçalves, Jéssica Barbosa, Mauricio Pacheco Ferreira, Scheiler F Carvalho, Daniel Leal, Lukas Magnus, Humberto Böck Fagundes, Gabriel Farias.
Direção: Elisa Heidrich e Roberto Salerno de Oliveira.
Operação de Luz: Fabiana Santos.
Operação de Som: Fernanda Favero.

Local: Sala Álvaro Moreyra.
Dias:
6 a 27 de junho, terças, às 20h.
Duração:
70 minutos.
Indicação: 
14 anos.
Entrada:
R$ 20.

Crédito: Daniel Peres Lopes

DAS CINZAS CORAÇÃO

Contemplado pelo Prêmio FUNARTE Caixa Carequinha de Estímulo ao Circo, “Das Cinzas Coração” trata-se de um esquete cômico da Quimera Criações Artísticas – companhia cênica que conta com experientes e consagrados artistas das áreas do circo, teatro, música e contação de histórias.

Com muita graça e sensibilidade, a trama acompanha um dia aparentemente cotidiano na vida de Aurora, uma jovem cheia de habilidades subestimadas e que vive sufocada entre desejos adormecidos e sua amarga realidade, enfrentando grandes e pequenos problemas que são comuns a muitas mulheres brasileiras. Através de temas absolutamente relevantes sobre comportamentos sociais antiquados que permanecem presentes nos dias de hoje, “Das Cinzas Coração” instiga o público a, de forma leve e descontraída, refletir sobre o papel que a mulher tem sido compelida a desempenhar ao longo da história.

Inspirado nas comédias mudas cinematográficas dos anos 20 (principalmente nos filmes do ator e diretor Buster Keaton e em sua partner Sybil Seely), a performance é uma versão bem abrasileirada deste gênero, sendo completamente sem diálogos. Sua dramaturgia interativa, repleta de surpresas e reviravoltas, é entrelaçada em divertidas gags e técnicas circenses. Valquíria Cardoso (atriz, cantora e contadora de histórias) protagoniza o número circense enquanto que Jéferson Rachewsky (ator, palhaço e artista circense) dirige e também atua. Arthur de Faria (músico, pesquisador e mestre em literatura brasileira) assina a trilha sonora, repleta de chorinhos, sambas e polkas.

– Direção: Jéferson Rachewsky.
– Atuação e dramaturgia: Valquíria Cardoso e Jéferson Rachewsky.
– Trilha sonora: Arthur de Faria.
– Concepção visual e figurinos: Valquíria Cardoso.
– Cenografia e adereços: Alex Limberger, Diego Steffani e Valquíria Cardoso.
– Criação e operação de luz: Daniel Fetter.
– Operação de som: Alex Limberger.
– Produção: Quimera Criações Artísticas.
– Fotografia: Adriana Marchiori e Claiton Dornelles.
– Arte gráfica: Jéferson Rachewsky.
– Apoio cultural: Centro Cultural CEEE Erico Verissimo.
– Financiamento: Prêmio FUNARTE Caixa Carequinha de Estímulo ao Circo.

Local: Sala Álvaro Moreyra.
Dias:
30 de junho a 2 de julho, sexta a domingo, às 19h.
Duração:
35 minutos.
Indicação: 
livre.
Entrada:
R$ 30.

Crédito: Claiton Dornelles

 

 

 

Comentários

comments

Related Posts