Grandes diretores – Aderbal Freire Filho

Seguindo na temática de grandes diretores de relevância no Brasil, abordarei nesse post outro mestre que deixou sua marca registrada com trabalhos contundentes e viscerais: Aderbal Freire Filho.

Aderbal Freire Filho - corpo

Cearense de Fortaleza, formou-se em direito, mas já em 1954 iniciou sua trajetória em grupos amadores e profissionais de teatro. Seu primeiro trabalho como diretor foi em 1972 com o espetáculo O Cordão Umbilical, texto de Mário Prata. Mas foi no ano seguinte que Aderbal emplacou um dos maiores sucessos de sua carreira: o monólogo Apareceu a Margarida, texto cáustico de Roberto Athayde  que criticava esse valores impostos pelo regime militar personificando-os na figura de uma professora repressora em um dia de aula com Marília Pêra no elenco. Aqui um texto que falo do espetáculo apresentado em 2012 pela Cia Teatrofídico de Porto Alegre.

Marilia Pera - Apareceu a Margarida

Marília Pêra na montagem de 1973 de Apareceu a Margarida

Em 1989 criou o CDCE (Centro de Demolição e Construção do Espetáculo), aonde realizou trabalhos arrebatadores, como O Tiro Que Mudou a História, em 1991, aonde remonta a trajetória de Getúlio Vargas no Palácio do Catete, atual Museu da República. Com isso, Aderbal foi um dos primeiros diretores brasileiros que trabalhos com o molde itinerante, aonde a peça acontece em vários cômodos de um estabelecimento, estética muito utilizada nos dias de hoje.

Em 2007 emplacou outro enorme sucesso: As Centenárias, texto de Newton Moreno. Andréa Beltrão e Marieta Severo (sua atual esposa), incorporam duas carpideiras que percorrem velórios no interior do Nordeste chorando os mortos e contando histórias. Faturou vários prêmios, como o Shell de melhor atriz para Beltrão e o Prêmio Qualidade Brasil de Melhor Espetáculo. Em 2013 outro grande sucesso ao lado de Marieta: o tocante Incêndios, de Wajdi Mouawad, aonde uma libanesa é obrigada a abandonar seus filhos em meio ao caos da guerra no Oriente Médio. Aqui  uma crítica que fiz dessa peça na edição do ano passado do Porto Alegre Em Cena.

Andrea Beltrão e Marieta Severo - As Centenárias

As Centenárias, de 2007

Comentários

comments

Related Posts