Testamos: Neutrogena Deep Clean energizing em barra

Neutrogena-deep-clean-energizing-barra-azul (1)Para quem tem a pele mista, que começa a ter as oleosidades desse verão brasileiro, certamente já se deparou com algum cravinho ou aquelas terríveis espinhas internas (ou externas, mas que normalmente não doem tanto).

Como fã declarada do Effaclar, da La Roche Posay, como já mencionado em diversas postagens, notei que o uso diário estava ressecando um pouco a pele fora da zona T, e intercalar o uso não estava sendo eficaz.

Até há pouco tempo – ou até antes de ser corrigida e alertada pelo meu fabuloso dermatologista-, usava para esses casos sabonete glicerinado no rosto. Mas hoje sei que estes sabonetes são um pouco mais abrasivos, então podem igualmente ser agressivos.

A solução? Achar um sabonete leitoso que não desse a impressão de romper o efeito do Effaclar. Tarefa não tão simples, diga-se de passagem.

Muitos optam por sabonetes líquidos, mas inclusive referente ao Effaclar, prefiro o uso dos sabonetes em barra. Além de muito mais baratos (cerca de 50% do preço), ainda não atiçam que se pense no uso de esponjas ou buchas.

O Deep Clean Energizing, da Neutrogena,  apresenta um valor bem acessível (Paguei R$7,15 reais), e segue na mesma durabilidade que o Effaclar, não se desmanchando como a maioria dos sabonetes leitosos – inclusive passando no teste de se ensaboar embaixo d’água.

Apesar das microesferas energizantes nitidamente visíveis, não se sente na pele a diferença de texturas, como acontece com a maioria dos sabonetes texturizados, que dão a impressão de arranharem a pele. Aliás, essas esferas (e o sabonete todo) são bem bonitinhas, funciona para as mais metódicas que não gostam que o sabonete destoe das cores do banheiro (como eu).

O que é mais atrativo é que, rompendo a sensação que o Effaclar deixa na pele, como se eliminasse completamente a oleosidade natural, o Deep Clean deixa uma sensação natural na pele, além de um leve brilho de pele saudável. Além disso, por ser igualmente quadrado, como o da La Roche, permite que se intensifique o uso nas dobrinhas do nariz, naqueles lugares chatinhos que insistem em encher de cravos.

É um bom investimento cotidiano para quem não tem a pele oleosa. Opto pelo uso dois dias seguidos, intercalando ainda com o Effaclar. Para quem não tem preferências por sabonetes mais intensos, o uso cotidiano não é nada desrecomendado – a não ser que seu dermatologista diga o contrário.

Comentários

comentarios

Related Posts