Dior apresenta: Johnny Depp

Que modelos estão atraindo menos holofotes (exceto pouquíssimas exceções, como a über Gisele), todo mundo deve ter notado. Não é de hoje que está cada vez mais despontando atores e músicos no mundo da moda, pois eles, sim, alavancam as vendas nos últimos anos.

Isso é muito comum no universo feminino, ou nos produtos que mexem com o imaginário feminino, como cuecas e alguns poucos outros acessórios – estas, normalmente ilustradas por algum esportista sarado, como David Beckham, partindo do atributo de ver ali o homem que “se quer”.

Eis que surge Sauvage, de Dior. A fragrância, que está sendo comparada até a alguns outros perfumes de marcas concorrentes, tem sua campanha ilustrada por Johnny Depp.

Johnny-Depp-Sauvage-Dior-Fragrance-Campaign-800x519

Fugindo do estereótipo gostosão, Johnny é um ícone sendo um homem “comum”. Aos 52 anos, o moço, que foge do estereótipo de bom rapaz, mas que toda menina gostaria de apresentar para os pais, está em alta na carreira e na vida pessoal, além de ser naturalmente sexy. Além disso, o eterno pirata do Caribe Jack Sparrow ainda atrai o público masculino com seu estilo roqueiro e com sua performance em filmes de ação e aventura, além de ser um dos queridinhos de Tim Burton.

A aposta da Dior é ousada, mas visa se destacar com um mecanismo similar ao que a propaganda usa com o público feminino. Em tempos de metrossexualidades e crise mundial, focar num público consumidor específico com uma campanha deveras inusitada é uma grande estratégia de alavancar as vendas, ainda mais quando perfumaria é um dos pilares de sustento da marca na última década.

Confere aí a performance rocker de Depp, na versão (pouco difundida) do diretor.

Comentários

comentarios

Related Posts