João Pedro Wapler lança livro em Porto Alegre

joao-pedro-wapler-trans-lucido-translucido (2)João Pedro Wapler é poeta. Nasceu em Porto Alegre em 1986. Translúcido é seu primeiro livro de poemas. Participou de antologias poéticas no Brasil. Tem poemas publicados no jornal Zero Hora, além de artigos críticos em diversos sites dedicados à literatura e aos debates culturais.

Com efeito, a favor de Translúcido o que se pode constatar de mais simples e fundamental é a percepção de seu autor da noção de que a qualidade de um livro não pode ser presumida da quantidade de páginas, quer para mais, quer para menos. Pois não é o caso que João Pedro Wapler – ainda que nos oferte um livro magro e poemas-síncopes – aposte, por exemplo, na ultrapassada vaga do haikai leminskiano, ou seja, como se ele desse uma piscadela de olhos à quantidade de páginas – aqui, para menos – concedendo a isso o caráter de papel-moeda ou de valor real para a poesia e, de resto, para a literatura. O breve, porém grande livro, Translúcido, carrega em seu centro aqueles traços que a visão poundiana identifica como essenciais à boa poesia: concentração e linguagem carregada de significado. A qualidade do ambíguo, que esse livro atualiza de modo preciso, cobra amorosamente do leitor uma participação colaborativa. Embora a responsabilidade de João Pedro Wapler sobre seus poemas se encerre, paradoxalmente, no momento da publicação de Translúcido, é possível que ele, como todo poeta, se dê por satisfeito se o leitor desprezar a moral social da significação que, segundo Barthes, exige do poeta “uma fidelidade aos conteúdos, enquanto ele só conhece uma fidelidade às formas”.

Ronald Augusto, poeta, sobre o livro.

Translúcido
Editora Letra1
Porto Alegre
2014
76p

Lançamento do livro: 15/10, quarta-feira, 19h, na Palavraria (Vasco da Gama 165)joao-pedro-wapler-trans-lucido-translucido (1)

Comentários

comments

Related Posts