Filme “Substantivo Feminino”,sobre ambientalistas gaúchas, recebe prêmio em festival italiano

Prêmio Trieste

O 33º Festival del Cinema Latino Americano di Trieste premiou o longa-metragem Substantivo Feminino na categoria Compromisso Civil.  O documentário dirigido pelo cineasta colombiano, Juan Zapata e a gaúcha, Daniela Sallet resgata a trajetória das ativistas Magda Renner e Giselda Castro, duas mulheres pioneiras e fundamentais para a militância ambiental no Rio Grande do Sul e no Brasil. Ambas foram protagonistas do movimento em defesa do meio ambiente ao redor do mundo. O filme conta com depoimentos de ativistas brasileiros e de estrangeiros que conviveram com Magda e Giselda nesta trajetória de ativismo mundial.

Esta foi a primeira edição do prêmio por contribuição social dentro do festival italiano – um dos mais importante dentro do meio cinematográfico europeu. A partir deste ano torna-se oficial na programação do evento.”É um orgulho a trajetória de ativistas do sul do Brasil inspirar esta premiação em um festival tradicional como o de Trieste. Significa o quanto as promoções da cidadania e das causas femininas seguem atuais e necessárias”, avalia Daniela Sallet, que também assina o roteiro do documentário.

Substantivo Feminino já havia recebido em junho Menção Honrosa na 6º Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, em São Paulo. E foi exibido em mostras do 45º Festival de Cinema de Gramado e no Uruguai.

Mais sobre o Festival

A produtora Zapata Filmes foi a única brasileira representada no festival. Foi a primeira vez que uma produtora concorreu com dois filmes em um mesmo festival internacional. Além de Substantivo Feminino, o filme Another Forever (2016) também integrou a mostra. O 33º Festival del Cinema Latino Americano di Trieste começou dia 18 e encerra neste domingo, 26, no norte da Itália.

Esta edição reuniu filmes da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Porto Rico, Uruguai, Venezuela, entre outros. O Festival é o único deste gênero no país italiano e tem como objetivo criar conexões entre a Itália e o continente latino-americano que, nos séculos XIX e XX, tiveram uma forte aproximação através do fenômeno da imigração.

Substantivo Feminino

Ficha Técnica

 

Direção: Daniela Sallet e Juan Zapata

Roteiro – Daniela Sallet

Montagem- Lisi Kieling e Frederico Pinto

Direção musical – Leo Henkin

Direção de fotografia- Pablo Rosa, Edson Gandolfi, Pablo Chasseraux, Juan Zapata

Edição de Arte – Alexandre de Freitas

Finalização e colorimetria – Luise Bresolin

Desenho de som – Rafael Rhoden

Comments

comments

Related Posts